Três Refúgios Taoístas

Três Refúgios Taoístas

 

 

 Os três refúgios

San Gui Dao Jia

Três refúgios tao

 

 

 

Tao Tao

The Way O Caminho

Jing Jing
The Scriptures As Escrituras

Shi Shi
The Teacher O Professor

 

Namo Tao

Namo Jing

Namo Shi

(三清) San Qing

Três purezas

Jade Purity, Foremost Purity, Supreme Purity Puro de Jade, Todo Puro, Supremo puro

 

Namo Yu Qing

Namo Shang Qing

Namo Tai Qing

 

San Xian Zu

Três Imortais Ancestrais

 

Namo Chang San Feng

Namo Lao Tzu

Namo Lu Dong Bin

 

 

Um pouco sobre a Tríplice Transparência

 

 

Estes três magníficas pinturas retratam as "Três purezas", o maior de todas as divindades taoísta. Eles incluem: (da esquerda para a direita), o Primordial Celestial Digno de início, o Celestial Digno de luminoso Tesouro, e os Celestial Digno do Caminho e Seu Poder (Lao-tsu). Embora as imagens das Três Purezas seja essencial em qualquer templo taoísta, permanecem alguns exemplos, e este excepcionalmente e raro conjunto é o único conjunto completo conhecida a sobreviver a partir da dinastia Ming.

 O cânon taoísta compilados em 1444-45 identifica essas divindades como a fonte de todos os ensinamentos taoístas, como governantes do universo, eles são pintados como imperadores entronados com meticuloso detalhe.

  O pequeno animal e números em cada cenário, bem como a Garuda sobre a cabeça de cada divindade, decorrem do buddhismo tibetano, que, por sua vez, foi inspirado no estilo de Pala do buddhismo esotérico. Pintura que se desenvolveu no noroeste da Índia.  Apesar dessas influências buddhistas, as pinturas permanecem fiéis à iconografia taoísta.  Cada figura se senta debaixo de uma copa em um típico trono Taoísta vestindo vestes ritualísticas Taoístas e com a participação de duas figuras feitas em estilo taoísta. Objetos Auspiciosos em círculos de luz aparecem no pé de cada divindade. O grande tamanho e refinada qualidade da pintura e uso extensivo de ouro sugerem que essas obras foram imperialmente encomendadas.

Monge Tian Xin Shan